Alagoas: Praia do Gunga

A Praia do Gunga fica bem próxima ao hotel onde nos hospedamos. Você pode chegar lá de carro (5 minutos depois da Barra de São Miguel, pela AL101) ou fazer a travessia de barco, a partir de Barra de São Miguel (uns 20 minutos de travessia e custava R$15,oo por pessoa). Nós fomos de carro e passamos o dia todo.

A praia fica em terreno particular. Logo na entrada existe um mirante. Se você quiser subir (de escada mesmo), precisa pagar. Quando fomos custava R$ 1,00 por pessoa (Maricota não pagou). O acesso não é dos mais fáceis pra idosos e pra quem tem alguma necessidade especial, mas o visual é incrível, de tirar o fôlego. É um mar de coqueiros seguido pelo mar azul (ou seria verde ?) de Alagoas. Sugiro passar por lá antes de seguir para a praia. Não nos arrependemos… Um pouco depois da mirante, uma estradinha te leva até a praia. Lá o estacionamento é pago (R$10,00) e tem uma feirinha.

Mirante Praia do Gunga

Mirante Praia do Gunga

O mar de coqueiros e o mar de verdade!

O mar de coqueiros e o mar de verdade!

Estradinha para a Praia do Gunga.

Estradinha para a Praia do Gunga.

A Praia do Gunga tem diversão pra todos os gostos. De uma lado uma lagoa que garante um banho bem calminho, principalmente pras crianças. Água morninha e cheia de peixinhos. Mas, atenção, alguns passos e a lagoa fica funda, então, olho vivo nos pequenos!

A área da lagoa.

A área da lagoa.

Perfeito para os pequenos.

Perfeito para os pequenos.

Dividindo espaço com os peixinhos.

Dividindo espaço com os peixinhos.

Do outro lado o mar, um pouco mais agitado, mas não muito, e fundo também. Deste lado ficam dezenas de barracas que servem comes e bebes. Há quem reclame do serviço, do preço etc, mas, siceramente, não achei muito diferente de outras praias da região. Nós optamos por beliscar. Ao contrário de alguns depoimentos que li na internet, a barraca não nos cobrou consumação e nem tinha música alta, talvez por ser dia de semana… Aliás, fica a dica: se puder, sempre opte por visitar essas praias em dias de semana, pois nos finais de semana loooota.

Papai curtindo a cria.

O lado da praia.

Mar mais agitado, mas nem tanto...

Mar mais agitado, mas nem tanto…

Ainda deste lado da praia, pra quem não consegue ficar muito tempo parado, existem algumas opções de diversão como o banana boat, flyboard (um tipo de skate sobre a água, muuuuito legal) e o trike (asa delta motorizada). Nos contentamos em relaxar, apreciar a vista, o sol, a água de coco, visitantes ilustres (olha aí na foto)…

Fly board ou Surfista Prateado ?

Fly board ou Surfista Prateado ?

Esporte ou relax? Você escolhe.

Esporte ou relax? Você escolhe.

Visitante ilustre.

Visitante ilustre.

Passamos o dia na praia e marcamos um passeio de buggy para as falésias, pro final da tarde, pra não pegarmos sol muito forte. De fato, durante o passeio não pegamos sol forte, mas chuva passageira (como em todos os outros dias!).

E lá vamos nós ao encontro da chuva!!!

E lá vamos nós ao encontro da chuva!!!

Negociamos o passeio de buggy que nos custou R$100,00 pros 3. Também existe a opção do passeio de quadriciclo pra 2 pessoas, que custava R$80,00.

Bora passear?!

Bora passear?!

São uns 10 minutos até as falésias. Enquanto o motorista “metia o pé”, eu segurava o chapéu e gritava “calma moço” e a Maricota, rindo da minha cara: “vai mais rápido”! Delicioso, mesmo pros mais medrosos como eu!

Uma paradinha pra fotos nas falésias mais coloridas que já vi… Lindo mesmo… A chuva chegou, fomos pra próxima parada: ainda nas falésias, um banho de lama, ou melhor, de argila que, segundo o bugreiro, “é boa pra rejuvenescer a pele”. Se faz bem pra pele eu não sei, mas certamente faz bem pra alma. A chuvinha caindo, água morninha e eu rolando na lama no melhor estilo “Peppa Pig”. Como estávamos no final do dia, o bugreiro ficou um bom tempo por lá… Na volta, mais adrenalina e vento na cara… Amei esse passeio e recomendo!

Quando a maré baixa...

Quando a maré baixa…

As falésias mais coloridas que já vi...

As falésias mais coloridas que já vi…

Amamos o passeio bugre!

Amamos o passeio bugre!

Banho de lama!

Banho de lama!

Banho de lama no melhor estilo Pepa Pig.

Banho de lama no melhor estilo Pepa Pig.

Mamãe virou criança.

Mamãe virou criança.

Aquarela direto das falésias.

Aquarela direto das falésias.

Crayon feito por Papai do Céu

Crayon feito por Papai do Céu

De volta à Praia do Gunga, curtimos um pôr do sol no “lado da lagoa”. O pessoal das barracas já estava recolhendo as mesas e cadeiras, mas estávamos com pena de ir embora… Fui recolher nossas coisas e fui recebida com um “tem pressa não, dona… pode deixar tudo aí, depois é só fechar as cadeiras e encostar lá na barraca”. Ai, ai… o que mais posso dizer?! Ah, sim! Minutos depois a funcionária deixava a praia, de barco… Impossível não comparar com o retorno pra casa nas grandes cidades, num mar de carros e buzinas…

Pôr do sol na Praia do Gunga.

Pôr do sol na Praia do Gunga.

Bom, há quem fique decepcionado com o passeio à Praia do Gunga. Dizem que, por ser tão famosa, deveria ter mais estrutura, ser mais charmosa… Sim, concordo… Mas devo dizer que a simplicidade, a beleza, o clima relaxante do lugar me conquistaram e compensaram o resto. E você, já fez esse passeio? O que achou?

Mais informações sobre este destino:
 – Alagoas: hospedagem no Iloa Resort, em Barra de São Miguel

Alagoas: Praia de Barra de São Miguel e barraca Praêro

Anúncios

Gostou do post? Tem alguma dúvida ou dica? Deixe seu comentário.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: