Serra Gaúcha – Uma paradinha em Nova Petrópolis: cultura e diversão

Nesta última viagem para a Serra Gaúcha, nos programamos para dar uma passadinha em Nova Petrópolis, que fica a menos de 100km de Porto Alegre e cerca de 35km de Gramado. Assim, pegamos um voo cedinho e chegamos em Porto Alegre antes das 10h. Alugamos um carro no aeroporto e partimos para nosso destino. Optamos pela Rota Romântica (BR-116) que, apesar de um pouquinho mais longa, foi bem tranquila. Cerca de 1h30 depois, estávamos em à Nova Petropolis.

Paramos no posto de informações turísticas, na entrada da cidade, onde pegamos um mapa. Seguimos adiante e logo estávamos na Praça 15 de novembro, mais conhecida como Praça das Flores. De longe o colorido “denuncia” o porquê deste apelido. Lindo lugar, principalmente pra quem gosta de fotografar. Belos “clics” garantidos. Nesta praça também estão localizados o Monumento do Cooperativismo e o “Portal Verde da Imigração” que homenageia os colonizadores e batalhadores da Emancipação de Nova Petrópolis.

Praça 15 de novembro. Lindas flores pra todos os lados.

Praça 15 de novembro. Lindas flores pra todos os lados.

Monumento em homenagem aos imigrantes

Monumento em homenagem aos imigrantes

Mas o que mais agradou a Dona Maricota foi o “Labirinto Verde”, feito de ciprestes que formam uma cerca viva. Ela foi na frente brincando de “faz de conta que sou o Teseu” (benditas aulas de artes quando ela aprendeu um pouco sobre mitologia grega) e se divertiu demais tentando encontrar o caminho até o centro e depois a saída do labirinto. Detalhe: na ida, quando perguntávamos pra quem estava saindo do labirinto se estávamos no caminho certo, o pessoal sorria e dizia “não sei, continua”. Na volta fizemos o mesmo, afinal, essa era a brincadeira …

Na entrada do labirinto: será que vamos nos perder?

Na entrada do labirinto: será que vamos nos perder?

Chegamos ao interior do labirinto!

Chegamos ao interior do labirinto!

A vista do lado de dentro do labirinto.

A vista do lado de dentro do labirinto.

Ufa, conseguimos encontrar a saída!

Ufa, conseguimos encontrar a saída!

Pouco mais de 1 hora depois, seguimos um pouquinho mais a frente e chegamos ao Parque Aldeia do Imigrante, onde acontecem as festas típicas do município. Um lugar lindo, com muito verde. São cerca de 10 hectares, parte desses em mata nativa e um lago maravilhoso.

Chegando ao Parque Aldeia dos Imigrantes.

Chegando ao Parque Aldeia dos Imigrantes.

O lugar é realmente muito lindo!

O lugar é realmente muito lindo!

Quanta coisa ... e agora, pra que lado nós vamos?

Quanta coisa … e agora, pra que lado nós vamos?

O Parque funciona todos os dias das 8h às 17h30, e o ingresso custa R$ 5,00. Crianças de 7 a 12 anos, pessoas acima de 60 anos e estudantes com carteirinha pagam R$ 2,50 e crianças até 6 anos e portadores de necessidades especiais não pagam.

Logo na entrada, uma Aldeia Bávara com lojinhas de artesanato, uma lanchonete, parquinho simples pras crianças e um restaurante típico onde tentamos almoçar, mas a fila nos espantou. Acabamos optando por um lanchinho na única lanchonete do parque, que é muito fraquinha. Então fica a dica: chegue cedo pra almoçar no restaurante ou almoce antes de ir ao Parque, principalmente se estiver com crianças pequenas.

Restaurante típico. Mas a fila nos desanimou ...

Restaurante típico. Mas a fila nos desanimou …

Um parquinho pros pequenos.

Um parquinho pros pequenos.

Depois do lanche fomos até a Aldeia Histórica. Localizada no meio do Parque, é um lugar muito interessante pros pequenos. Uma verdadeira volta ao passado. Construções do tipo “enxaimel” reproduzem os principais prédios do que seria uma aldeia alemã, por volta de 1870/1900. Tem capela com o cemitério do lado, cooperativa de crédito, ferraria, escola comunitária, Museu Histórico Municipal onde pudemos ver roupas, móveis e utensílios típicos … Essas construções são originais e foram trazidas do interior do município, desmontadas e remontadas no Parque. Um jeito muito interessante e divertido de mostrar pros nosso pequenos um pouco da história do povo que ajudou a construir o nosso país, particularmente o Sul.

A caminho da Aldeia dos Imigrantes.

A caminho da Aldeia Histórica

A linda capela Luterana ...

A linda capela Luterana …

... com o cemitério nos fundos.

… com o cemitério nos fundos.

Os túmulos. Me lembraram Thriller.

Os túmulos. Me lembraram Thriller.

Na Cooperativa de Crédito conhecendo as notas antigas. Essas são de Cruzeiro.

Na Cooperativa de Crédito conhecendo as notas antigas. Essas são de Cruzeiro.

E os cheques!!

E os cheques!!

E a parte mais divertida da visita ao Parque Aldeia do Imigrante (pelo menos pra Dona Maricota): um estúdio fotográfico com direito à foto da família à moda antiga. Muuuuuito divertido!!! Pagamos R$25,00 por 2 fotos que ficam disponíveis para baixar da internet, mediante login e senha. Dá uma olhadinha no resultado:

Nos bastidores, escolhendo o figurino.

Nos bastidores, escolhendo o figurino.

Papai se preparando para a foto.

Papai se preparando para a foto.

Ilustríssima família Barbosa Ribeiro, mais conhecida como Família Buscapé

Ilustríssima família Barbosa Ribeiro, mais conhecida como Família Buscapé

A cara da Maricota!

A cara da Maricota!

Na volta, uma paradinha no lago pra dar comida aos peixinhos e tartarugas. Também tinha pedalinhos, mas não estavam funcionando…

Paradinha no lago. "Mâe, olha a tartaruga!"

Paradinha no lago. “Mâe, olha a tartaruga!”

Pena que os pedalinhos não estavam funcionando ...

Pena que os pedalinhos não estavam funcionando …

Então, caminho da roça. Pegamos o carro e cerca de 40 minutos depois estávamos chegando a Gramado. Enfim, quem estiver a caminho de Gramado/Canela, tente se programar pra dar uma passadinha em Nova Petrópolis.

Clique aqui para mais informações sobre Nova Petropolis.

Mais informações sobre este destino:
Serra Gaúcha – Parte 1 – Como chegar e onde ficar?
Serra Gaúcha – Parte 2 – Nossos passeios
Snowland – Nova atração na Serra Gaúcha
Serra Gaúcha – Como é a hospedagem no Hotel Continental Canela
Serra Gaúcha – Toca da Bruxa: pizza e muita diversão!

Anúncios

Gostou do post? Tem alguma dúvida ou dica? Deixe seu comentário.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: