Bariloche – Post 5 – Passeio de quadriciclo, Centro Cívico e patinação no gelo

Em nosso segundo dia em Bariloche, partimos da Confeitaria Giratória (clique aqui para ver o post anterior) para o Centro de Ski Nórdico. Apesar de também  ficar no Cerro Otto, tivemos que pegar o remis e dar uma volta. Há um caminho para quem quer ir a pé, mas são cerca de 2km que não tivemos coragem de encarar, no frio e com a pequena.

O Centro de Ski Nórdico oferece uma série de atividades na neve. Escolhemos o passeio de quadriciclo. Esse era um passeio que eu queria muito fazer, mais pela curtição de andar quadriciclo, por isso, foi uma supresa super agradável quando me deparei com a vista. O guia nos levou para dentro de uma floresta de árvores totalmente sem folhas e cercadas pela neve. Me senti saindo do guarda-roupa do filme Narnia. Olhem só:

Chegando à Nárnia

Chegando à Nárnia

Fiquei muito impactada, pois li o livro “O Leão, a feiticeira e guarda-roupa” na minha infância, e reli todas as Crónicas de Narnia na minha licença maternidade, particularmente enquanto amamentava Dona Maricota. Depois tivemos a felicidade de assistir três filmes juntas. Então foi muito significativo poder estar naquele local e dizer pra ela “Filha, estamos entrando em Nárnia!” “É mãe?!” “É, fica de olho pra ver se encontramos Aslam!” A bichinha arregalou o olhão… Na verdade, não sei se foi boa ideia falar sobre encontrar Aslam…

Outra coisa que me impressionou muito foi o silêncio quebrado apenas pelo som do vento batendo nas árvores. Realmente incrível, e me fez pensar em quanto somos pequenos diante de todas a criação. Na hora só consegui pensar: “nossa, nessa Deus se superou!” Também conseguimos brincar um pouco na neve. Não chegamos a fazer o boneco de neve, pois o tempo do passeio (cerca de 40 minutos) não permitiu, mas tentamos um pão de açúcar de neve.

Aqui começa nosso passeio de quadricilco

Aqui começa nosso passeio de quadricilco

Bora passear!!! Uhuuu!

Bora passear!!! Uhuuu!

Família curtindo muito

Família curtindo muito

Visual privilegiado

Visual privilegiado

Curtindo o visual e o silêncio

Curtindo o visual e o silêncio

Paz

Paz

Visão privilegiada da Confeitaria Giratória

Visão privilegiada da Confeitaria Giratória

Nos galhos secos de uma árvore qualquer...

Nos galhos secos de uma árvore qualquer…

Brincando na neve.

Brincando na neve.

Pão de açúcar na neve !!!

Pão de açúcar na neve !!!

Depois do passeio, fomos para o refúgio que fica no local e fizemos um lanchinho antes de partirmos para a cidade (havíamos combinado um horário com o remis para nos buscar). O local é muito acolhedor e serve algumas comidinhas rápidas, lanchinhos e sopinhas. Foi ótimo pra aquecer e dar uma relaxada.

O refúgio.

O refúgio.

Uma lareira deliciosa pra aquecer e secar as roupas.

Uma lareira deliciosa pra aquecer e secar as roupas.

De lá fomos para o Centro. Paramos no Centro Cívico e tiramos fotos com os São Bernardos (também pagas). Caminhamos pelas lojas, compramos algumas lembrancinhas, conhecemos as lojas de chocolate (não deixem de passar na Mamuschka que, na minha opinião, tem os chocolates mais deliciosos do local) e rumamos para o rink de patinação no gelo, que era o programa prometido para a Dona Maricota.

Se já é bonito no inverno, imagina na primavera?

Se já é bonito no inverno, imagina na primavera?

Centro Cívico - Lindos prédios em estilo medieval

Centro Cívico – Lindos prédios em estilo medieval

Ainda no Cnetro Cívico

No Centro Cívico

Centro Cívico - Praça onde tiramos as fotos com os Sâo Bernardos

Centro Cívico – Praça onde tiramos as fotos com os Sâo Bernardos

Foto tradicional: Felipe, Campanita e a família Ribeiro no Centro Cívico.

Foto tradicional: Felipe, Campanita e a família Ribeiro no Centro Cívico.

Esta é a Campanita. Parece de pelúcia de tão fofa.

Esta é a Campanita. Parece de pelúcia de tão fofa.

Bariloche tem 2 rinks de patinação no gelo. Acabamos ficando no Pista Uno que era mais central (dentro de uma galeria na Mitre, em frente a uma grande loja de chocolates Chocolates del Turista). Mas ouvi dizer que o outro, que fica perto do lago, é maior. Talvez seja mais indicado pra quem já é craque e precise de mais espaço. Mas, como era a primeira vez da Dona Maricota, ficamos na Pista Uno mesmo. Pagamos $35 por pessoa/hora. Na época havia uma promoção onde, você pagava para 2 pessoas (adulto e criança) e outro adulto poderia patinar junto. Mas o papai “declinou” e ficou descansando e registrando as aventuras de Dona Maricota em sua primeira vez na patinação no gelo. Bom, devo dizer que os primeiros 30 minutos foram um desastre… mas depois disso, ela perdeu o medo e até que conseguiu dar seus primeiros “passinhos” sozinha. Ela gostou tanto que precisamos repetir a dose em outro dia.
Dica: na galeria, ao redor do rink de patinação, tem vários locais para lanche. Se quiser, você pode lanchar e descansar enquanto observa os pequenos patinando.

Entreada da galeria onde patinamos

Entreada da galeria onde patinamos

Os primeiros passinhos

Os primeiros passinhos

Vamos patinar?

Vamos patinar?

Depois de patinar partimos, famintos e exaustos, para o El Boliche de Alberto, que de boliche não tem nada. Na verdade é um restaurante bem famoso em Bariloche. Eles têm um restaurante especializado em massas e outro em carnes, que foi o que escolhemos. Chegamos lá uns 10 minutos antes de abrir (eles abrem às 20h) e já tinha uma fila pequena. Portanto, recomendo que cheguem cedo. O restaurante é muito bom. Carnes gostosas, boa variedade de acompanhamentos, pratos bem servidos, atendimento rápido e cordial. Acho que vale a visita. No final da noite eles chamaram um taxi para voltarmos ao hotel. Aliás, fica a dica pra quem vai com criança: todos os restaurantes em que fomos chamaram o taxi a nosso pedido e que chegou rapidamente.

Faminta, esperando o jantar no Boliche del Aberto

Faminta, esperando o jantar no Boliche del Aberto

As carnes sendo preparadas

As carnes sendo preparadas

Pratos muito bem servidos

Pratos muito bem servidos

Próximo post: passeio lacustre à Isla Victoria e Bosque de Arrayanes e Bar de Gelo.

Mais informações sobre este destino:
Bariloche – Post 1 – Os preparativos: vôos e hotel
Bariloche – Post 2 – O que vestir, como se locomover e que moeda levar
Bariloche – Post 3 – Piedras Blancas
Bariloche – Post 4 – Cerro Otto: confeitaria giratória, skibunda e galeria de arte
Bariloche – Post 6 – Isla Victoria, Bosque de Arrayanes e Bar de Gelo
Bariloche – Post 7 – Bar de Gelo
Bariloche – Post 8 – Esqui nórdico e museu do chocolate
Bariloche – Post 9 – Cerro Catedral

Anúncios

4 opiniões sobre “Bariloche – Post 5 – Passeio de quadriciclo, Centro Cívico e patinação no gelo

  1. Prezados,

    Estou querendo fazer esse passeio de quadriciclo agora em julho/2014, após a visita à confeitaria giratória. Qual foi o valor do passeio? Qual foi o tempo de duração aproximadamente?

    Muito obrigado! As dicas estão ótimas!

    Curtir

Gostou do post? Tem alguma dúvida ou dica? Deixe seu comentário.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: