Arraial d’Ajuda e Porto Seguro – Post 2: Nossos passeios

Apesar do resort ter uma boa infraestrutura, que nos permite ficar por lá sem ter que sair, optamos por fazer alguns passeios pra conhecer um pouquinho da região. No total foram três passeios:

Arraial d’Ajuda Eco Parque

É um parque aquático que pertence ao resort e ao qual os hóspedes têm acesso gratuito. O resort também oferece transporte gratuito (van) para os hóspedes. Apesar de ser aberto ao público em geral, não estava tão cheio e achamos tudo bem tranquilo.

O parque tem áreas para todos os gostos e idades: vários tobogãs (alguns radicais, outros nem tanto), piscina de ondas, tirolesa, caiaque (aluguel) etc. Eles têm uma área para os menores bem legal, com direito a tudo o que os maiores têm, inclusive uma mini tirolesa que Dona Maricota curtiu muito.

Chegadando ao parque

Chegadando ao parque

Se aventurando na tirolesa

Se aventurando na tirolesa

Curtindo a área pros pequenos

Curtindo a área pros pequenos

Eles têm várias lanchonetes, banheiros bem conservados e limpos, espreguiçadeiras, cadeiras e mesas à vontade (inclusive na sombra), lojinha e toda a infraestrutura pra passar o dia com a família.

Nós curtimos dois dias inteiros de parque, já que ele não abre todos os dias, por isso é bom dar uma olhadinha no calendário de funcionamento antes de ir. Para isso, clique aqui. Atenção: nos meses de maio e junho/2013 o parque aquático está fechado para manutenção.

Citytour Porto Seguro e Cabrália

Queríamos dar uma volta para conhecer as redondezas, mas estávamos meio inseguros de fazer isso por conta própria, já que não conhecíamos nada por ali e nem tínhamos pesquisado empresas de traslado ou similares. Conversamos com o pessoal da recepção do hotel que no indicaram taxistas que poderiam fazer o passeio.

Tiramos uma tarde e fomos conhecer um pouco da região e sua história que, aliás, é um pedaço bem importante da História do Brasil. A região é conhecida como a Costa do Descobrimento, pois foi onde os portugueses chegaram em 1500.

Visitamos vários pontos históricos, incluindo o centro histórico com monumentos como a Casa de Câmara e Cadeia onde hoje funciona o Museu do Descobrimento e o Marco do Descobrimento, além de Coroa Vermelha, onde foram realizadas as primeiras missas e onde hoje se encontram algumas famílias indígenas que vendem peças artesanais.

Centro histórico

Centro histórico

Rota do descobrimento

Rota do descobrimento

O taxista foi nos guiando e contando um pouco da história e realidade local. Além de História, o passeio também nos proporcionou belas vistas, já que a cidade histórica fica no alto da cidade.

Uma vista privilegiada

Uma vista privilegiada

Achei esse passeio super indicado para as crianças em idade escolar e que estão aprendendo História do Brasil, particularmente sobe o Descobrimento. Nada como presenciar ao vivo aquilo que aprendemos nos livros, certo?!

Mas, atenção, segundo relatos, a região não anda muito segura. Familiares nossos estiveram por lá recentemente e fizeram o passeio por conta própria, mas não tiveram uma boa experiência, pois foram abordados por pessoas que queriam cobrar pra “tomar conta do carro” e que foram bem hostis quando eles não aceitaram a oferta. Então, fica a dica: se quiserem fazer o passeio, optem por um guia indicado pelo hotel ou mesmo agência turística. Além de mais seguro, certamente você aproveitará mais o passeio.

Praia do Rio da Barra com Trancoso

Fizemos esse passeio, que durou um dia inteiro, com o receptivo do hotel. No geral, achei um pouco cansativo pros pequenos, principalmente porque a van que nos levou não era muito confortável e estava toda ocupada.

A primeira parte do passeio é mais tranquila. Depois de viajarmos cerca de 15km, paramos em uma pousada-restaurante na Praia da Barra, onde passamos a manhã inteira e comecinho da tarde. A praia é quase deserta, mas o mar não é tranquilo como o do hotel. Em compensação, tem um rio onde se pode tomar banho e um manguezal (mais uma oportunidade pras crianças aprenderem um pouco sobre o ecossistema). A pousada tem toda infraestrutura de praia: banheiro, espreguiçadeiras, sombra, duchas. Lá funciona um restaurante que serve algumas opções para refeição ou apenas um “belisquete”, incluindo o básico que as crianças gostam: frango, carne, isca de peixe, batata frita, além de comidas mais típicas da região como frutos do mar. Dá pra passar o dia numa boa caminhando ou apenas relaxando.

Explorando

Explorando

Catando conchinhas

Catando conchinhas

No mangue ...

No mangue …

Após o almoço o passeio continuou até a Vila de Trancoso. Eu não conhecia e, pra ser sincera, fiquei meio decepcionada, pois não há nada pra ver além do Quadrado Histórico com a Igreja de São João, das casinhas coloridas onde funcionam lojinhas e pousadas charmosas (e caríííssimas) e o mirante com uma bela vista das praias que estão na redondeza. Não ficamos lá por mais de 1 hora.

O quadrado

O quadrado

Um belo visual

Um belo visual

Trancoso e suas casinhas coloridas ...

Trancoso e suas casinhas coloridas …

Depois disso, caminho da roça. Entramos na van e voltamos ao hotel. Dona Maricota e dois amiguinhos que também foram ao passeio dormiram quase todo o caminho.

Mais informações sobre este destino:
Arraial d’Ajuda e Porto Seguro – Post 1: hospedagem no Arraial d’Ajuda Eco Resort

Anúncios

Uma opinião sobre “Arraial d’Ajuda e Porto Seguro – Post 2: Nossos passeios

  1. Pingback: Arraial d’Ajuda e Porto Seguro – Post 1: hospedagem no Arraial d’Ajuda Eco Resort | Pé na estrada com Dona Maricota

Gostou do post? Tem alguma dúvida ou dica? Deixe seu comentário.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: