Beto Carrero Parte 3 – Enfim o parque

Pra quem nunca foi à Beto Carrero, prepare-se para uma boa surpresa. O parque é grande (não se compara à Disney, claro!), bem cuidado e muito bonito, tanto os cenários como a beleza natural mesmo.

Dicas básicas
– Se quiserem aproveitar bem o parque, sem correria, assistindo a todos os shows e curtindo todos os brinquedos, reservem 2 dias para a visita.
– Use roupas e sapatos confortáveis (tênis, de preferência), leve muda de roupa para os pequenos (tem alguns brinquedos que vão te molhar bastante), boné, filtro solar, máquina fotográfica e muita disposição.
– Quem quiser pode optar por alugar uma scooter (acho que custa R$60,00/dia) ou carrinhos pra levar as crianças. Fica logo na entrada do parque. Se forem em época de férias, aluguem logo que chegarem. Um amigo que nos acompanhava resolveu alugar no meio do dia e não encontrou mais scooters disponíveis.
– Não deixe de pegar o mapa do parque e o programa com os horários dos shows.
– As filas em abril estavam beeem menores que em julho.

Logo na entrada, pra entrar no clima, vikings, cavaleiros e princesas medievais recebem o público.

Dona Maricota e os fiéis Cavaleiros do Rei Arthur

Depois das fotos com estes personagens, sugiro que façam o passeio de trem que sai da ferrovia Dinomagic. Ele percorre algumas atrações, fala um pouco sobre a história do parque… E tem uma “surpresinha” no meio do caminho: um assalto ao trem, com bandidos mascarados e o xerife vindo socorrer os passageiros. Nem preciso falar da reação dos pequenos, né?! Mais uma vez, não contem pras crianças pra não estragar a surpresa…

Assalto ao trem …

… mas o xerife logo chega e bota os bandidos pra correr.

Brinquedos
O parque tem brinquedo pra todas as idades e gostos. Atenção para os limites mínimos de altura. Os que a pequena mais curtiu: montanha-russa do Tigor (é light, até a mamãe aqui foi), Dum-Dum (montanha-russa super light pros menorzinhos), Raskapuska (está meio caidinho, mas a pequena adora!!!), Tchibum (um dos brinquedos de molhar), Carrossel Veneziano (lindo e uma mão-na-roda, pois fica na praça de alimentação. Enquanto esperávamos a comida, a pequena ficou brincando).

Alegria de papai e Dona Maricota depois de andar no Tchibum

Dona Maricota e papai dando mais uma voltinha no Dum Dum. Foram 8 no total.

Shows
Além dos brinquedos, o parque tem alguns shows que, além de muito legais, são bons momentos para descansar as pernas. Além das produções caprichadas, é legal ver como temos artistas talentosos no país. Vou falar dos que assistimos, mas eles podem mudar. Alguns dos shows que assistimos da última vez eram diferentes dos que assistimos na visita anterior.

O Extreme Show é imperdível! Muita adrenalina com carros, motos e pilotos muito loucos (pra fazer o que eles fazem, tem quer muito maluco !!!). Tem um restaurante de onde você pode comer assistindo ao show, mas a fila é enorme e muuuuito demorada. Então, se quiserem comer ali, cheguem com antecedência.

Atualizado em 10/6/2013 – Em junho/2013 o parque inaugurou novo show que passou a se chamar Velozes e Furiosos. Clique aqui para ver o post.

Extreme Show: carrões e muita adrenalina!

O Acqua Show lembra um pouco o Cirque du Soleil e se passa no fundo do mar. O visual é caprichadíssimo e os artistas muito talentosos. O anfiteatro não é dos melhores, por isso, cheguem com antecedência pra pegar os lugares mais na frente.

O Excalibur é um duelo medieval. Os cavaleiros são divididos por cores e têm as suas respectivas torcidas (você). Tem o mago Merlin, a lenda de Excalibur, o Rei Artur, o Cavaleiro Negro (o malvado da história). Bem interessante pros pequenos …  Quando voltamos pra casa, tive que fazer uma pesquisa pra matar a curiosidade da pequena, que queria saber tuuuuudo sobre a lenda de Excalibur… Um dos shows acontece na hora do almoço. Lembre-se de que, neste tipo de almoço, o que vale é a experiência, e não a qualidade da comida (simples, servida num PF, mas que deu pra matar a fome…). Dica: se forem almoçar, reservem com umas 2 horas de antecedência, na própria atração. Ah, e não fiquem na primeira fileira, pra evitar comer areia junto com a comida rsrsrs.

Excalibur: os cavaleiros se apresentam ao Rei Arthur

O Sonho do Cowbói é uma homenagem ao Beto Carrero. Ambientado em uma cidade típica do Velho Oeste, o show tem os típicos personagens: bordel, índios, xerife, bandidos e mocinho – um ator representando o Beto Carrero. Mistura humor, aventura, romance e música, e conta com a participação especial do Faísca – o cavalo do Beto Carrero. Impossível não morrer de rir com o Zé Galinha, o maluco da cidade. Quem senta lá na frente ainda pode ser premiado com um pouco de interação com os artistas.

Sonho do Cowbói: uma homenagem a Beto Carrero.

Outras atrações
Esse ano o parque recebeu alguns visitantes ilustres: Kung-Fu Panda, Shrek e o Gato de Botas, Alex e os Pinguins de Madagascar ficavam em pontos estratégicos, em horários pré-definidos, tirando foto com o pessoal. Era necessário chegar um pouco antes pois havia limite para o número de pessoas que poderiam tirar fotos naquele horário. Não sei até quando ficarão por lá, por isso é bom conferir no site.

Nós e a turminha do Madagascar.

Nós e a turminha do Madagascar.

Não deixem de visitar o zoológico dentro do parque, principalmente se você estiver com crianças menores. Os animais são lindos e bem cuidados.

Pros menorzinhos, vale visitar a área Mamães e Filhotes e ver a hora reservada para alimentar os filhotinhos. É uma delícia ver os seus filhotinhos dando mamadeira para os cabritinhos. Mas segurem bem os seus filhotinhos, pois os cabritinhos não medem esforços pra conseguirem alcançar a mamadeira rsrsrsrs.

Também vale à pena dar uma chegadinha no Mundo dos Cavalos, onde ficam os estábulos e alguns cavalos usados nos shows. São lindos …

Bom, acho que é isso! Quem se animar e for visitar o parque, conta aqui pra gente!

Mais informações sobre este destino:
Beto Carrero – Parte 1 – Quando ir e onde ficar
Beto Carrero – Parte 2 – Nossos passeios em Balneário Camboriú
Beto Carrero inaugura novo show de carros

Nos próximos posts vou falar sobre o nosso carnaval na Serra Gaúcha. Tem muuuuuita coisa legal pros pequenos!

Anúncios

3 opiniões sobre “Beto Carrero Parte 3 – Enfim o parque

  1. Pingback: Beto Carrero – Parte 2 – Nossos passeios em Balneário Camboriú | Pé na estrada com Dona Maricota

  2. Pingback: Beto Carrero – Parte 1 – Quando ir e onde ficar | Pé na estrada com Dona Maricota

  3. Pingback: Beto Carrero inaugura novo show de carros | Pé na estrada com Dona Maricota

Gostou do post? Tem alguma dúvida ou dica? Deixe seu comentário.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: