Restaurantes brasileiros em Orlando

Adoro a Dinsey! Mas tem uma coisa que me desanima: pensar em passar 15 dias comendo fast food. Ninguém merece! Por isso, antes da nossa última viagem, me dediquei em pesquisar bem restaurantes brasileiros onde pudéssemos comer um bom arroz com feijão ou, simplesmente, fugir do fast food ou da comida com gosto de papel…

Veja o resultado da minha pesquisa, feita em janeiro/2015:

Boteco BR
A la carte. Servem refeições, sanduíches, sopas, feijoada aos finais de semana e sobremesas. Tem menu kids.
Menu e preços: http://www.boteco.us/orlando-fl-brazilian-menu.php
Endereço: 5135 International Drive Orlando, FL 32819
Site: http://www.boteco.us

Café Mineiro
Preços: variando de U$16,95 (buffet) a U$29,95 (rodízio de churrasco). Também servem pratos a la carte com preços variados. Crianças pagam meia.
Endereço: 6432 International Drive, Orlando,Fl 32819
Site: http://www.cafemineirosteakhouse.com

Camilla’s
Preço:
 U$13,00. 00 – Buffet, você se serve quantas vezes quiser. Inclui sobremesa. No centro comercial onde fica o Camilla’s tem um mercadinho brasileiro que vende até Leite Moça.
Endereço: 5458 International Drive, Orlando, FL 32819, USA
Site: http://camilasrestaurant.com
Cupom de 10% desconto: http://camilasrestaurant.com/10porcento/

Churrascaria Fogo de Chão
Preços:
variando de U$31,50 a 48,50. Não inclui bebida, sobremesa ou gorjeta. Crianças até 5 anos não pagam e a partir desta idade pagam meia.
Endereço: 8282 International Dr., Orlando FL 32819
Site: http://www.fogodechao.com

Churrascaria Texas de Brasil
Preços:
variando de U$29,99 a 46,99. Não inclui bebida, sobremesa ou gorjeta. Crianças até 2 anos não pagam.
Endereço: International Drive Suite F-1 Orlando Fl, 32819
Site: http://www.texasdebrazil.com

Gilson’s Restaurant
Preço:
U$ 27,00 – Buffet, você se serve quantas vezes quiser e inclui sobremesa.
Endereço: 8191 Vineland Ave, Orlando FL 32821
Site: http://gilsonsrestaurant.com

Giraffas’s
A la carte, no mesmo esquema dos restaurantes Giraffa’s do Brasil. Servem refeições, sanduíches e sobremesas.
Menu e preços: http://giraffas.com/wp-content/uploads/menu/menu.pdf
Endereço: 5415 International Drive Orlando, FL 32819. Centro comercial quase em frente ao Camilla’s. Tem um outlet da Adidas.
Site: http://giraffas.com

Vittorio’s
Preço:
U$14,00 – Buffet, você se serve quantas vezes quiser. Inclui sobremesa. Também servem café da manhã.
Endereço: 5159 International Drive, Orlando, FL 32819, USA – No mesmo Centro Comercial onde fica a Perfumeland.
Site: http://vittoriosrestaurant.com
Cupom de 10% desconto: http://www.discount102.com/vittorios

Desses restaurantes brasileiros, comemos no Camilla’s e no Giraffa’s. Gostei mais da comida do Camilla’s, mas o Giraffa’s tem um ambiente mais tranquilo. Dá pra desacelerar, bater um bom papo… Em ambos o atendimento é bom, mas no Camilla’s o movimento é maior, então o ritmo é mais acelerado.

Além desses restaurantes, quero recomendar 2 outros onde comemos muito bem.

Oliver Garden (restaurante italiano)
Preço:
 pratos a la carte partir de U$10. Menu kids a partir de U$6,00! Cada restaurante tem um menu diferente. Veja no site.
Endereço: vários lugares em Orlando, inclusive em shoppings, veja só: http://www.olivegarden.com/locations/location-search. Nós fomos no da International Drive.
Site: http://www.olivegarden.com.

Chicken Now
É um fast food especializado em frango, mas a comidinha é bem gostosa.
Preços: U$ 8,59 – combo com 3 pedaços grandes de frango e 2 acompanhamentos (arroz, milho, salada de repolho, purê de batata, batata frita).
U$ 9,59 – combo com 4 pedaços de frango e 2 acompanhamentos.
Pedíamos 3 combos e comíamos 4 pessoas com fartura. Eles também servem sanduíches. A bebida é paga a parte.
Endereço: praça de alimentação dos Premium Outlets e Florida Mall
Site: http://chicken-now.com

E você, já comeu em um desses restaurantes? Gostou? Não? Conhece outros restaurantes? Deixe suas dicas nos comentários e ajude os amantes de arroz e feijão …

Alagoas: Praia do Gunga

A Praia do Gunga fica bem próxima ao hotel onde nos hospedamos. Você pode chegar lá de carro (5 minutos depois da Barra de São Miguel, pela AL101) ou fazer a travessia de barco, a partir de Barra de São Miguel (uns 20 minutos de travessia e custava R$15,oo por pessoa). Nós fomos de carro e passamos o dia todo.

A praia fica em terreno particular. Logo na entrada existe um mirante. Se você quiser subir (de escada mesmo), precisa pagar. Quando fomos custava R$ 1,00 por pessoa (Maricota não pagou). O acesso não é dos mais fáceis pra idosos e pra quem tem alguma necessidade especial, mas o visual é incrível, de tirar o fôlego. É um mar de coqueiros seguido pelo mar azul (ou seria verde ?) de Alagoas. Sugiro passar por lá antes de seguir para a praia. Não nos arrependemos… Um pouco depois da mirante, uma estradinha te leva até a praia. Lá o estacionamento é pago (R$10,00) e tem uma feirinha.

Mirante Praia do Gunga

Mirante Praia do Gunga

O mar de coqueiros e o mar de verdade!

O mar de coqueiros e o mar de verdade!

Estradinha para a Praia do Gunga.

Estradinha para a Praia do Gunga.

A Praia do Gunga tem diversão pra todos os gostos. De uma lado uma lagoa que garante um banho bem calminho, principalmente pras crianças. Água morninha e cheia de peixinhos. Mas, atenção, alguns passos e a lagoa fica funda, então, olho vivo nos pequenos!

A área da lagoa.

A área da lagoa.

Perfeito para os pequenos.

Perfeito para os pequenos.

Dividindo espaço com os peixinhos.

Dividindo espaço com os peixinhos.

Do outro lado o mar, um pouco mais agitado, mas não muito, e fundo também. Deste lado ficam dezenas de barracas que servem comes e bebes. Há quem reclame do serviço, do preço etc, mas, siceramente, não achei muito diferente de outras praias da região. Nós optamos por beliscar. Ao contrário de alguns depoimentos que li na internet, a barraca não nos cobrou consumação e nem tinha música alta, talvez por ser dia de semana… Aliás, fica a dica: se puder, sempre opte por visitar essas praias em dias de semana, pois nos finais de semana loooota.

Papai curtindo a cria.

O lado da praia.

Mar mais agitado, mas nem tanto...

Mar mais agitado, mas nem tanto…

Ainda deste lado da praia, pra quem não consegue ficar muito tempo parado, existem algumas opções de diversão como o banana boat, flyboard (um tipo de skate sobre a água, muuuuito legal) e o trike (asa delta motorizada). Nos contentamos em relaxar, apreciar a vista, o sol, a água de coco, visitantes ilustres (olha aí na foto)…

Fly board ou Surfista Prateado ?

Fly board ou Surfista Prateado ?

Esporte ou relax? Você escolhe.

Esporte ou relax? Você escolhe.

Visitante ilustre.

Visitante ilustre.

Passamos o dia na praia e marcamos um passeio de buggy para as falésias, pro final da tarde, pra não pegarmos sol muito forte. De fato, durante o passeio não pegamos sol forte, mas chuva passageira (como em todos os outros dias!).

E lá vamos nós ao encontro da chuva!!!

E lá vamos nós ao encontro da chuva!!!

Negociamos o passeio de buggy que nos custou R$100,00 pros 3. Também existe a opção do passeio de quadriciclo pra 2 pessoas, que custava R$80,00.

Bora passear?!

Bora passear?!

São uns 10 minutos até as falésias. Enquanto o motorista “metia o pé”, eu segurava o chapéu e gritava “calma moço” e a Maricota, rindo da minha cara: “vai mais rápido”! Delicioso, mesmo pros mais medrosos como eu!

Uma paradinha pra fotos nas falésias mais coloridas que já vi… Lindo mesmo… A chuva chegou, fomos pra próxima parada: ainda nas falésias, um banho de lama, ou melhor, de argila que, segundo o bugreiro, “é boa pra rejuvenescer a pele”. Se faz bem pra pele eu não sei, mas certamente faz bem pra alma. A chuvinha caindo, água morninha e eu rolando na lama no melhor estilo “Peppa Pig”. Como estávamos no final do dia, o bugreiro ficou um bom tempo por lá… Na volta, mais adrenalina e vento na cara… Amei esse passeio e recomendo!

Quando a maré baixa...

Quando a maré baixa…

As falésias mais coloridas que já vi...

As falésias mais coloridas que já vi…

Amamos o passeio bugre!

Amamos o passeio bugre!

Banho de lama!

Banho de lama!

Banho de lama no melhor estilo Pepa Pig.

Banho de lama no melhor estilo Pepa Pig.

Mamãe virou criança.

Mamãe virou criança.

Aquarela direto das falésias.

Aquarela direto das falésias.

Crayon feito por Papai do Céu

Crayon feito por Papai do Céu

De volta à Praia do Gunga, curtimos um pôr do sol no “lado da lagoa”. O pessoal das barracas já estava recolhendo as mesas e cadeiras, mas estávamos com pena de ir embora… Fui recolher nossas coisas e fui recebida com um “tem pressa não, dona… pode deixar tudo aí, depois é só fechar as cadeiras e encostar lá na barraca”. Ai, ai… o que mais posso dizer?! Ah, sim! Minutos depois a funcionária deixava a praia, de barco… Impossível não comparar com o retorno pra casa nas grandes cidades, num mar de carros e buzinas…

Pôr do sol na Praia do Gunga.

Pôr do sol na Praia do Gunga.

Bom, há quem fique decepcionado com o passeio à Praia do Gunga. Dizem que, por ser tão famosa, deveria ter mais estrutura, ser mais charmosa… Sim, concordo… Mas devo dizer que a simplicidade, a beleza, o clima relaxante do lugar me conquistaram e compensaram o resto. E você, já fez esse passeio? O que achou?

Mais informações sobre este destino:
 – Alagoas: hospedagem no Iloa Resort, em Barra de São Miguel

Alagoas: Praia de Barra de São Miguel e barraca Praêro

Alagoas: Praia de Barra de São Miguel e barraca Praêro

A praia de Barra de São Miguel fica a cerca de 5 minutos do hotel onde nos hospedamos. Ela é cercada por arrecifes, então, a água é calminha, transparente e cheia de peixinhos. Perfeita para os pequenos…

Águas calmas e transparentes...

Águas calmas e transparentes…

Lá existe uma barraca chamada Praêro, que tem uma boa infraestrutura para passar o dia, principalmente pra quem está com crianças. Você não paga para entrar, apenas o que consumir. Há cobrança de couvert nos dias de música ao vivo, o que não foi o nosso caso. Você pode escolher entre ficar numa mesa ou espreguiçadeira na própria barraca ou ir para a areia, onde eles fornecem guarda sol e cadeiras, além de servirem os comes e bebes. Nós optamos pela areia, pra Maricota fazer o que mais gosta: brincar no mar calminho e catar conchas.

Praerô

Praêro

Da barraca você curte esse visual.

Da barraca você curte esse visual.

A barraca também tem banheiros (simples e limpos), ducha, parquinho pros menores, slackline e vôlei de areia pros maiores, redes pra um cochilo depois do almoço… E por falar em comida, eles servem vários tipos de petiscos: peixe, camarão, filezinho, batata frita, aipim frito… Eu comi um escondidinho de carne seca com queijo coalho maravilhoso… Há quem ache os preços salgados, mas não achei muito diferente do que pagamos em outros locais turísticos de praia. O serviço foi rápido e satisfatório.

Parquinho pros pequenos.

Parquinho pros pequenos.

Rede pra um cochilo...

Rede pra um cochilo…

Slackline pra quem não consegue ficar parado.

Slackline pra quem não consegue ficar parado.

Procurei seguir as dicas de alguns blogueiros que indicavam evitar a praia nos finais de semana. Até dei uma passada por lá no domingo só pra ver onde ficava a barraca e, sinceramente, não achei tão cheio assim … Mas, realmente, na segunda-feira, a praia e a barraca estavam bem vazias e aproveitamos bastante.

Na própria barraca alugamos um passeio de barco que nos levou até os corais e depois a um banco de areia. Com duração de cerca de 1h30, custou R$40,00 por pessoa e Maricota não pagou. Os horários de saída variam conforme a maré. Se você tiver interesse em fazer o passeio é bom se informar assim que chegar na barraca.

O barco que nos levou.

O barco que nos levou.

Na hora em que o barco ia sair, vimos uma nuvem preta pairando sobre os corais. O rapaz da barraca disse que era chuva passageira, então resolvemos encarar. A chuva nos pegou bem no caminho dos corais… Uma pena, pois o rapaz que nos levou disse que, com sol, é possível ver dezenas de espécies de peixes coloridos… Mas o máximo que consegui foi ver ouriços rsrsrsrs. Ah: com sol ou com chuva esse passeio não tem mergulho. Importante: não esqueça de levar chinelo!

Olha a chuva aí minha gente!

Olha a chuva aí minha gente!

Nos corais só deu pra ver ouriços...

Nos corais só deu pra ver ouriços…

Ai moço, ele tá se mexendo!!!

Ai moço, ele tá se mexendo!!!

Curtindo muito!

Curtindo muito mesmo com chuva!

Quando estávamos saindo dos corais a chuva deu uma trégua e abriu um solzinho… E lá fomos nós para um banco de areia delicioso, próximo à Praia do Gunga (vou falar sobre ela no próximo post)… O visual é show! Uma boa extensão de areia coberta de conchinhas (eu e Maricota piramos), água quentinha e transparente, cheia de peixinhos e “outros bichos esquisitos” (palavras da Dona Maricota). Nos esbaldamos.

Banco de areia

Banco de areia

Catando conchinhas.

Catando conchinhas.

Águas transparentes...

Águas transparentes…

... e bichos esquisitos.

… e bichos esquisitos.

Vidinha chata...

Vidinha chata…

Se ela curtiu?

Se ela curtiu?

E pra quem não abre mão dos comes e bebes, tem um “BARco” servindo bebidinhas e petiscos simples, mas nós não consumimos nada… Pena que durou pouco… Tivemos que voltar pois logo a maré voltaria a subir.

O BARco.

O BARco.

Pena que está acabando...

Pena que está acabando…

Paz...

Paz…

Depois do passeio de barco almoçamos e Maricota voltou pra água! Ah, pra quem curte, dá pra alugar prancha de stand up paddle. Nós preferimos curtir o resto de um dia de puro relax! Independente do que você escolher fazer, vale passar o dia na praia de Barra de São Miguel!

pros esportistas...

pros esportistas…

No próximo post, Praia do Gunga e as falésias mais coloridas que já vi! Delícia de passeio…

Mais informações sobre este destino:
– Alagoas: hospedagem no Iloa Resort, em Barra de São Miguel
– Alagoas: Praia do Gunga

Alagoas: hospedagem no Iloa Resort, em Barra de São Miguel

Há muito tempo queria conhecer Alagoas. Quando estava grávida da Maricota, antes de saber que teria uma menina, sonhei que estava em uma praia de Alagoas com minha filha… Enfim, conseguimos tirar uns dias pra conhecer o lugar dos meus sonhos (literalmente).

Tínhamos pouco tempo (5 dias) e, na verdade eu queria ir para Maragogi, mas meu marido tinha ouvido falar que as praias do litoral Sul são mais bonitas (há controvérsias rsrsrsr). Ok marido, vamos pro litoral Sul. Maragogi ficou pra próxima.

A primeira decisão foi onde ficar: Maceió ou outra praia mais afastada? Como queríamos descanso e zero agito, optamos por ficar em local mais distante e sossegado. Conseguimos uma boa promoção pela Zarpo e optamos pelo  Iloa Resort, em Barra de São Miguel. Alugamos um carro e lá fomos nós…

Diria que o lugar ainda não é um resort, mas está no caminho. É um hotel muito bom, mas ainda precisa incluir algumas atividades pra se tornar um resort. O que não o desmerece em nada…

As atrações do hotel

Algumas atrações do hotel

A localização não é beira de praia. Na verdade, fica na estrada, do outro lado da praia. Mas é pertinho da linda praia de Barra de São Miguel, embora não dê pra ir a pé. Pra quem não vai de carro, o hotel oferece transporte gratuito pra praia. Basta marcar na recepção. Mas indico aluguel de carro, pois você fica com mais liberdade. Além disso, dependendo dos passeios que você optar fazer, contratar transfer acaba saindo mais caro ou, no mínimo, o mesmo preço. Pesquisei valor de transfer in+out aeroporto e mais dois passeios e o preço foi o mesmo do aluguel de carro. O hotel não cobra estacionamento.

Acomodações
Fomos contemplados com um upgrade e ficamos em uma suite master: 2 suítes, sala e cozinha totalmente equipada (fogão, geladeira, microondas, máquina de lavar pequena). Tudo novinho, limpíssimo e muuuito confortável. Os quartos ficavam nos blocos dos fundos e eram bem silenciosos.

Aqui ficam os quartos

Aqui ficam os quartos

Suite do casal

Suite do casal

Sala

Sala

Cozinha completa

Cozinha completa

Na segunda noite tivemos problemas no ar condicionado e tivemos que trocar de quarto. Na noite seguinte, já no novo quarto, outro problema no ar. E lá fomos nós pra outro quarto. Duas mudanças em 6 noites, mas, tudo bem… Nosso problema foi resolvido em ambas as vezes, mas ficou claro que eles têm um problema crônico com energia elétrica, o que precisa ser resolvido urgentemente… Em alta temporada o problema pode não deve ser resolvido tão facilmente.

Lazer
A estrutura de lazer do hotel é boa. Sem dúvida o forte é a meeega piscina, boa parte dela rasa, com toboáguas, excelente pras crianças. Maricota se esbaldou! Ouvi dizer que vão expandir e construirão uma piscina de ondas (será?!). Além disso, o hotel conta com quadra de tênis, de vôlei de praia, de futebol e outra poliesportiva.

A piscina

A piscina

Com muitos brinquedos para as crianças

Com muitos brinquedos para as crianças

Maricota se esbaldou

Maricota se esbaldou

Belo por do sol a beira da piscina

Belo por do sol a beira da piscina

Uma salinha com alguns equipamentos de musculação faz papel de academia que, segundo eles, ainda será construída e vai ser mega.

Sala de ginástica que, segundo eles, vai virar uma mega academia

Sala de ginástica que, segundo eles, vai virar uma mega academia

Ainda tem uma área com arvorismo, muro de escalada e tirolesa, mas Maricota nem usou (não deu tempo)! Tem recreação pras crianças e adultos. Sem muita variedade, mas com brincadeiras suficientes pra entreter a criançada.

Recreação pros pequenos na piscina

Recreação pros pequenos na piscina

Fazendo biscoitinhos

Fazendo biscoitinhos

Área de aventura

Área de aventura

Tem uma salinha pros pequenos com alguns brinquedos, TV e videogame (bem básico). Além de um parquinho ao ar livre. Na parte de cima do restaurante tem pingue-pongue e totó, que eram bem concorridos à noite.

Parquinho pros pequenos

Parquinho pros pequenos

Curtição

Curtição

Já a salinha de recreação é muito básica

Já a salinha de recreação é muito básica

Alimentação
O hotel oferece pensão completa (atenção: não é all inclusive! São 5 refeições, café da manhã, almoço, lanche da tarde, jantar e ceia com bebidas durante as refeições), meia pensão (café e jantar) ou só café. Optamos pela meia pensão. Gostei muito da comida. O café da manhã é bom, com várias opções, embora não varie durante a semana. Já o jantar é temático e, nas 6 noites que passei lá, cada noite foi um tema diferente: noite italiana, do boteco, mediterrânea… Todos os dias tinha peixe, frango, carne, massa e saladas. Tudo muito saboroso e caprichado, bem temperado mas sem ser apimentado… Embora não ofereçam um cardápio específico pras crianças, sempre tem alguma opção que agrade. O chefe está sempre por perto verificando se está tudo certo.

Noite do boteco

Noite do boteco

Tudo de bom

Tudo de bom

Ah! Eles tem copinha do bebe bem equipadinha. A chave fica disponível na recepção, 24 horas. Pra quem ficar na suíte, nem será necessário, pois como eu disse a cozinha é completa!

Copinha do bebê bem completa

Copinha do bebê bem completa

Outras coisinhas…
Eles oferecem um serviço chamado paparazzi, onde tiram fotos da familia e oferecem em DVD com 150 fotos (algumas fotos deste post foram feitas por eles). Contratamos, mas no final das contas não achei que valeu a pena. As fotos não ficaram tão boas… E ficam restritas ao hotel. Talvez seja legal pra quem não quer perder tempo tirando fotos, mas quer ter algumas recordações do lugar.

Você será convidado a assistir uma apresentação sobre o hotel que, ao final, dará direito a um brinde (jantar, passeio etc). A apresentação dura cerca de 1h30 e, na verdade, eles vão te oferecer um programa de férias.

Ah! O hotel fica próximo a um rio e tem muita área verde ao redor. Por isso, no final da tarde recebemos visitas indesejadas: mosquitos … uns bem pequenininhos, mas que podem fazer um bom estrago. Já sabíamos disso, então nos prevenimos com repelente, que foi bem eficiente.

No geral, o atendimento é meio lento. Pra conseguir um secador de cabelos, tive que pedir umas 4 vezes… Mas os funcionários têm boa vontade, são sempre muito educados e solícitos.

Enfim, se você quer um descansar em um ambiente bem família e confortável, acho que o Iloa Resort é uma boa opção, principalmente se você conseguir uma diária com um preço bacana.

Próximo post: a bela praia de Barra de São Miguel e a barraca Praêro.

Mais informações sobre este destino:

– Alagoas: Praia de Barra de São Miguel e barraca Praêro.
– Alagoas – Praia do Gunga

Serra Gaúcha tem museus pra quem curte carros e motos

Se você gosta de carros e motos, não pode deixar de visitar três “museus” em Gramado: Hollywood Dream Cars, Super Carros e Harley Motor Show. Todos pertencem ao grupo Dreams, o mesmo do Museu de Cera Dreamland, que já conhecíamos de nossa visita anterior à Serra Gaúcha. Aliás, eles abriram um museu de cera este ano em Foz do Iguaçu.

Os museus ficam na mesma Avenida (Av. das Hortênsias, que liga Gramado à Canela), bem pertinho um do outro. Então tiramos uma manhã inteira para visitar os quatro. Por isso, optamos por comprar um combo de ingressos a R$80,00 por pessoa (crianças até 5 anos não pagam e dos 6 aos 12 pagam R$70), que dava diretiro a visitar todos os museus. Também havia a opção de comprar ingressos separados a R$30,00 cada, ou o Museu de Cera + Harley Motor Show (que ficam no mesmo prédio) a R$60,00.

O Hollywood Dream Cars é o mais antigo dos três e, particularmente, o meu preferido. Ele funciona desde 1997 em um espaço com mais de 1.000m2, onde estão reunidos vários carros clássicos americanos, dos anos 20 aos anos 60. Tem Buick, Cadillac, Chevrollet, Corvette, Ford… Destaque para os incríveis Cadillacs: são vários modelos lindos, brilhando… E tem trilha sonora pra combinar: Elvis!!!! Quem é fã sabe que os Cadillacs eram os preferidos do Rei! Conclusão: mamãe feliz da vida!

Um salão cheinho de carros antigos

Um salão cheinho de carros antigos

... todos brilhando como novos.

… todos brilhando como novos.

Papai, as meninas escolheram este aqui ...

Papai, as meninas escolheram este aqui …

... mas se a grana estiver curta, pode ser este.

… mas se a grana estiver curta, pode ser este.

Rosa e preto ?!

Rosa e preto ?!

Também tem moto. Bora dar uma voltinha?!

Também tem moto. Bora dar uma voltinha?!

Para quem curte super máquinas, tem o salão Super Carros que reúne, em 2.400m2, cerca de 30 super modelos: Ferrari, Mustang, Corvette, BMW… só carrinho pobre rsrsrsrs. Quem não se contentar em apenas olhar, pode desembolsar uma “grana extra” e dar um rolé em um deles. Você pode pegar uma carona em um Mustang, por R$90,00, ou dirigir um Lamborghini, por R$990,00. Se quiser, você pode registrar seu passeio em vídeo, por mais R$50,00. Pra fazer um test-drive em qualquer um deles é preciso agendar! Só pra lembrar, essa experiência de guiar uma supermáquina também está disponível do Beto Carrero. Chegamos a comentar sobre isso em um dos posts anteriores sobre o parque, lembram?

Tem pra todos os gostos

Tem pra todos os gostos

Meu preferido!

Meu preferido!

Um luxo só!

Um luxo só!

Pobre, né?!

Pobre, né?!

Mas se a sua praia são as clássicas motos Harley Davidson, a opção é o Harley Motor Show, que funciona como museu e bar. São mais de 30 modelos distribuídos em um espaço de mais de 1.000m2, que fica em cima do museu de cera. No meio do salão, um bar (que funciona às 4a feiras e sábados), muitas mesinhas e cadeiras pra curtir o clima que, segundo Dona Maricota, “é bem rock ‘n roll”. E de fato, a trilha sonora é só rock: Pink Floyd, Rolling Stones, Aerosmith…

Raridade.

Raridade

Olha que coisa linda!

Olha que coisa linda!

Pra relaxar e curtir!

Pra relaxar e curtir!

Rock 'n Roll, né mãe?!

Rock ‘n Roll, né mãe?!

Esses museus são uma boa opção pra um dia chuvoso na Serra Gaúcha. Se animou? Então anota aí:

Hollywood Dream Cars
Av das Hortênsias, 4151
Funciona todos os dias, das 8h às 18h

Super Carros
Av das Hortênsias, 4635
Funciona todos os dias, das 9h às 19h

Harley Motor Show
Av. das Hortênsias, 5577
Funciona todos os dias, das 9h às 18h. O bar funciona às 4ª e sábado

Mais informações sobre este destino:

Serra Gaúcha – Zoológico de Gramado, uma grata surpresa!
Serra Gaúcha – Como é o Snowland, o primeiro parque de neve brasileiro
Serra Gaúcha – Parque Terra Mágica Florybal: um passeio imperdível pros pequenos
Serra Gaúcha – Toca da Bruxa: pizza e muita diversão!
Serra Gaúcha  – Uma paradinha em Nova Petrópolis: cultura e diversão
Serra Gaúcha – Como é a hospedagem no Hotel Continental Canela
Serra Gaúcha – Parte 2 – Nossos passeios
Serra Gaúcha – Parte 1 – Como chegar e onde ficar?

Serra Gaúcha – Zoológico de Gramado, uma grata surpresa!

Toda criança gosta de zoológico. E com a Dona Maricota não é diferente. Já tinha ouvido falar que o zoo de Gramado é bem arrumadinho. Então resolvemos incluí-lo em nossa visita.

Logo de cara me chamou a atenção o aviso na entrada informando que aquele zoo só tem animais brasileiros, portanto, não veríamos elefantes, girafas … Por outro lado, pudemos observar animais típicos do Brasil que, muitas vezes nem sabíamos o nome. Mas, cá entre nós, os que fizeram mais sucesso foram mesmo os macacos e os felinos. As aves também deram um show a parte.

Suçuarana, mais conhecido como puma.

Suçuarana, mais conhecido como puma

Onça preta.

Onça preta

Anta - O maior mamífero do Brasil

Anta

Raposa.

Raposa

Quati: eh boa vida...

Quati: eh boa vida…

Achei o Zoo de Gramado bem grande para uma cidade de porte pequeno e realmente muito bem cuidado, tanto as instalações quanto os animais. Você caminha por uma trilha tranquila de pouco mais de 1km e vai olhando, nas plaquinhas, quais são os animais daquela área e suas principais características.

Trilha bem tranquila

Trilha bem tranquila

Informações sobre os animais

Informações sobre os animais

As jaulas são aquelas de “vidro” transparente e não grades, o que nos dá uma visão bem melhor dos animais. Em algumas áreas, como as dos pássaros, os animais ficam em viveiros cercados e você pode andar entre eles.

Parecem pintados a mão

Guará-rubra: parecem pintados a mão

os tucanos, lindo como sempre!

Os tucanos, lindo como sempre!

Os sempre simpáticos papagaios

Os sempre simpáticos papagaios

Olha um parente do Blue!

Olha um parente do Blue!

Outra coisa que me chamou a atenção foi que, em algumas áreas, você pode comprar (a R$ 1,00) um saquinho com ração específica para o animal. Detalhe: não tem funcionário controlando. Você pega o saquinho com a ração, guarda o papelzinho e paga na saída! Tããão civilizado!

A visita se encerra em uma gruta onde são simuladas manifestações da arte rupestre encontradas no Brasil.

Arte rupestre no Brasil

Arte rupestre no Brasil

O zoo ainda tem lanchonete em forma de oca onde servem os Guabis doces e salgados (um tipo de crepe).

Lanchonete e oca ...

Lanchonete e oca …

... com uma vista privilegiada.

… com uma vista privilegiada.

Tem também uma lojinha, mas os preços são beeem salgados (uma pena!).

Bem pertinho do zoológico de Gramado está o Parque Gaúcho. Você pode comprar 1 ingresso e visitar as duas atrações. Foi o que fizemos. Mas isso é assunto pra outro post…

Informações úteis
– Endereço: RS 115, Km 35 (a entrada é um pouco depois do pórtico da cidade)

– Horário de funcionamento
Zoo: diariamente das 9h às 18h30 (entrada até as 17h)
Parque Gaúcho: 10h às 18h30 (entrada até às 17h30)

– Ingressos (Zoo + Parque Gaúcho):
Adulto – R$ 38,00
Crianças de 3 a 12 – R$ 25,00
Crianças até 2 anos não pagam
Idosos – R$ 20,00

– Serviços extra
Estacionamento: R$ 8,00
Aluguel de carrinho de bebe – R$ 5,00

– Atividades extras (necessitam de agendamento prévio):
Educação ambiental para grupos
Visitas noturnas para grupos

Outras informações sobre este destino:
Serra Gaúcha: como é o Snowland, o primeiro parque de neve brasileiro
Serra Gaúcha – Parque Terra Mágica Florybal: um passeio imperdível pros pequenos
Serra  Gaúcha – Toca da Bruxa: pizza e muita diversão!
Serra Gaúcha – Uma paradinha em Nova Petrópolis: cultura e diversão
Serra Gaúcha: como é a hospedagem no Hotel Continental Canela
Snowland – Nova atração na Serra Gaúcha
Serra Gaúcha – Parte 2 – Nossos passeios
Serra Gaúcha – Parte 1 – Como chegar e onde ficar? 

Disney: montanha russa dos Sete Anões já tem data pra inaugurar

Finalmente foi anunciada para o dia 28 de maio a inauguração da mais nova atração do Magic Kingdom: a Seven Dwarfs Mine Train, uma montanha-russa que levou 4 anos para ser construída e é a última atração do mais novo espaço do parque (New Fantasyland).

Ainda na fila, que promete ser ser grande, algumas distrações estão disponíveis pra quem espera: joguinhos interativos… É o jeito Disney de tornar a espera menos chata. Ah: a atração tem fast-pass (uêba!).

O brinquedo é parte externo e parte indoor. São cerca de dois minutos de curvas em alta velocidade (que diminui quando o trem entra na mina, pra todo mundo curtir os detalhes e ver os anões trabalhando), sacudidas, descidas leves e nada de loopings. Enfim, uma montanha russa pros pequenos e pros grandinhos que não encaram grandes emoções. De quebra, muitos detalhes durante todo o percurso, inclusive uma olhadinha rápida na madrasta (disfarçada de velhinha) batendo na porta dos anões e na Branca de Neve dançando com seus amiguinhos. E, é claro, o clássico “eu vou, eu vou… (hi-ho, hi-ho…).

Podem brincar na atração as crianças a partir de 97cm, sendo que os menores de 7 anos precisam ir acompanhados por maiores de 14 anos

Tenho a impressão que, para os amantes deste desenho, a quantidade de detalhes torna a atração mais do que a montanha-russa, uma oportunidade de reviver e ver “ao vivo” alguns ambientes da animação.

A seguir algumas fotos que pesquisei na internet. E aqui um link pra melhor matéria que achei sobre o assunto enquanto estava pesquisando pra escrever este post. Tudo pra nos deixar com água na boca…

seven-dwarfs-600

seven-dwarfs-2-600
seven dwarfs mine

minetrain5

Outras informações sobre este destino:

Disney – Post 1 – Os Preparativos – Voos e hotel
Disney – Post 2: carro ou traslado, alimentação, ingressos
Disney – Post 3: Fugindo das filas
Disney – Post 4: Animal Kingdom
Disney – Post 5: Hollywood Studios
Disney – Post 6: Magic Kingdom
Disney – Post 7: Epcot
Disney – Post 8: Universal Studios
Disney – Post 9: Islands of Adventure
Disney – Post 10: Sea World
Novidades nos parques de Orlando em 2013 e 2014
Simpsons no Universal Studios

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 227 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: